8 anos muito bem comemorados!

Trabalhar para centenas de profissionais e pelo sucesso de seus negócios já é uma satisfação imensa, agora trabalhar para um segmento de mercado e ajudar a disseminar informação e conhecimento útil para mais de 4 mil pessoas em uma das maiores feiras do agronegócio mundial e do Brasil não é para qualquer um!

Foi desta forma que comemoramos os 8 anos do Grupo Produção Coletiva Comunicação: caminhode dentro da Agrishow 2015 nosso CEO Eugênio do Val, representando a Casale Equipamentos direto do prestigiado espaço Caminho do Boi, falou e palestrou sobre a importância de se investir nos processos produtivos e nas pessoas para se entregar uma carne de qualidade (clique aqui para ler na integra este trabalho).

E as comemorações não pararam por ai. Enquanto a equipe da Produção Coletiva seguia com a Casale na Agrishow colhendo o sucesso da sua nova campanha de comunicação, que desafiou o pecuarista a avaliar se sua atividade joga com a sorte ou se está balizada em processos adequados para se ter um retorno financeiro admirável e merecido, a equipe da Produção Conjunta dava os últimos tratos na comunicação visual para a primeira convenção de vendas do Grupo Nutreco, agora sob a marca Trouw Nutrition.

Para fecharmos a festa, a equipe da Produção Coletiva Press ficou curtindo o sucesso da fanpage da Bibliotheca que bombou durante a cobertura do VIII SBBI Manaus, deixando a filial Brasil muito perto do número de curtidas que tem a matriz na Inglaterra, que por sinal está a muito mais tempo nesta rede social.

Antes de encerrarmos, fica aqui o nosso muito obrigado aos clientes que através de seus profissionais confiam em nós, principalmente os da Cargill / Nutron que a 8 anos contam conosco!

Que venham mais 8 anos, de preferência com a mesma intensidade e com muito trabalho prazeroso, como foi o deste primeiro ciclo.

 

 

 

 

Cada vez mais agro!

Sabe aquelas coisas que não foram planejadas? Aquelas em que as coisas vão acontecendo e quando se vê está lá?

Foi isso que aconteceu com o Grupo Produção Coletiva, depois de quase 8 anos, chegamos a marca de 90% de clientes ligados ao agronegócio direta e  indiretamente.

Para atingir esta marca contamos com a chegada da Casale, fabricante de equipamentos que melhoram a qualidade da entrega dos alimentos servidos aos bovinos e que, por consequência, ajudam a melhorar a qualidade da carne e do leite que nos é entregue.

Com mais esse cliente, o Grupo Produção Coletiva, através da suas empresas, passa a ter em sua carteira os seguintes clientes:

Bimeda Brasil

Bibliotheca Brasil

Cargill Nutron

Casale Equipamentos

CPFL Energia

D. Marin Sociedade de Advogados

Escola Pro-Fissa Educação Corporativa

Trouw Nutrition (do Grupo Nutreco)

Vétoquinol Brasil

E sendo cada vez mais agro, não poderíamos ficar de fora da principal feira deste mercado, a Agrishow.

Nossa estreia será em grande estilo: toda a comunicação visual do estande da Casale, as ações de apoio e as ações da empresa no projeto Caminho do Boi tem a nossa assinatura.

Se você quiser conhecer na prática o trabalho que realizamos, visite a Agrishow e passe pela Casale ou pelo Caminho do Boi.

Projeto Caminho do Boi na Agrishow 2015

Um novo mundo através da Bibliotheca

Uma coisa que não abrimos mão no Grupo Produção Coletiva é de se aventurar pelo novo, de descobrir novos mercados, novas soluções e também novas empresas.

O desafio de trabalhar com algo que até então é desconhecido, é que o novo nos faz estudar e pesquisar, e com isso seguimos crescendo e evoluindo.

Janeiro foi o mês de inaugurarmos mais um desses desafios e novamente, como tem sido desde o nosso primeiro dia de vida, mediante o convite de pessoas que já se relacionaram conosco e que acreditam no trabalho que desenvolvemos e entregamos.

Desta forma estamos debpost_bibliothecautando no mercado de desenvolvimento, implementação e assistência de soluções RFID, híbridas EM/RFID e de código de barras para bibliotecas, com um trabalho de comunicação digital para a Bibliotheca Brasil, a maior empresa deste segmento no mundo.

Se você, por acaso, for um curioso como nós e quiser saber mais sobre este nosso novo cliente, é só acessar  www.bibliotheca.com

 

A todo time da Bibliotheca o nosso muito obrigado e vamos em frente que semana que vem já tem trabalho no ar.

 

 

 

Novos voos

Como havíamos dito em nosso último post, nosso Grupo estava mais vivo do que nunca e a falta de notícia era um sinal de que estávamos trabalhando firme.

O resultado está aí, muita coisa boa realizada em agosto e setembro e que segue até o final do ano com força total.

Produção Coletiva Comunicação

Aqui tivemos a estreia da TAM, o lançamento de dois novos serviços do Programa Pro-Fissa, o Meeting Pro-Fissa e o Pro-Fissa Comércio e algumas importantes ações para a Cargill-Nutron, Bimeda Brasil e Bionexo.

tam_fissa

Produção Coletiva Press

Os últimos dois meses foram de mais trabalho na estruturação do Projeto Pro-Fissa 2015, marcou o início de uma parceria com a Medialink, uma agência de marketing de conteúdo e comunicação multiplataforma e também de palestra para alunos do último ano de jornalismo da PUC-Campinas.

 

Produção Conjunta Publicidade

Aqui os meses de agosto e setembro também foram de muito trabalho, de um lado o Grupo Nutreco que encontra-se em processo de ajuste do seu branding e de outro a Vétoquinol que lançou durante a Agroleite 2014 seu primeiro produto da plataforma global: o Forcyl. Outro cliente que esteve bastante ativo neste período foi a CPFL.

forcyl

97 dias que “sumimos do mapa”!

Em 2 de maio tivemos aqui o nosso último contato, mas ao contrário do que os pessimistas possam imaginar, nós não quebramos ou estamos mal. Muito pelo contrário, apesar das férias forçadas em junho, aproveitamos este período para organizar nosso Grupo, nossa equipe, unidades e nosso posicionamento.

Agora o Grupo Produção Coletiva está com escritórios em Campinas, São Paulo e Ribeirão Preto, este último em parceria com a nossa coligada StrategiaMkt, e cada um com um foco de atuação.

Em Campinas está a base do Grupo, a Produção Coletiva Comunicação e Eventos e a Produção Coletiva Press, já  Ribeirão Preto abriga a Produção Conjunta Publicidade e São Paulo ficou com a área de Produção e Eventos que atende as 3 empresas.

Escritório de Rbeirão Preto em parceria com a StrategiaMkt
Escritório de Ribeirão Preto em parceria com a StrategiaMkt

 

Posicionamento do Grupo

 

Depois de duas intensas semanas na Escola de Marketing Industrial, uma em maio e outra em junho, foi a vez de afinarmos nosso posicionamento. Nosso diretor, Eugênio do Val, trouxe de um dos mais importantes programas da Escola, o Innovation Marketing Management, conhecimentos e ferramentas capazes de criar valor genuíno e gerar resultados surpreendentes.

Reunido com importantes líderes da indústria brasileira, Eugênio debateu sobre os principais desafios que as empresas enfrentam no seu dia a dia e como o conceito de empresa válida pode ajudá-las a terem lucros admiráveis e merecidos mesmo em tempos de crise.

O resultado prático deste encontro é que o Grupo Produção Coletiva passa a ter um foco ainda maior na qualidade da entrega de suas soluções e serviços, mobilizando toda a estrutura e não somente a área comercial.

 

Negócios

Nestes 3 meses de ausência aqui no nosso site, nossas empresas colecionaram novas conquistas, a Produção Coletiva passou a prestar serviços de apoio para eventos para a área de Eventos e Incentivos da Costa Brava Turismo, de comunicação institucional para a Tam Linhas Aéreas e de publicidade para o PRO-FISSA – Programa de Qualificação

Diretor do Grupo Produção Coletiva, Eugenio Do Val, ministra aula sobre "conduta de valor" para a 3ª Turma do Pro-Fissa
Diretor do Grupo Produção Coletiva, Eugenio Do Val, ministra aula sobre “conduta de valor” para a 3ª Turma do Pro-Fissa

Profissional Estratégica (QPE). Antes disso a Produção Conjunta Publicidade conquistou a conta do Grupo Nutreco e a Produção Coletiva Press passou a ser a consultoria de conteúdo e estratégia para o PRO-FISSA participando do conselho do Programa.

O agronegócio e o Brasil

Hoje foi dia de visitarmos a Agrishow.

Os adjetivos deixaremos para a grande imprensa, que vende um monte de imagem e nada de informação útil e relevante. Por isso, aqui vamos falar do resultado da nossa visita.

O que esta  feira mostra de verdade é o seguinte:
1) O agronegócio é muito maior do que a sociedade pensa que ele é  (quando se faz ideia, pois muitos só conhecem os produtos mas não tem a menor noção do tamanho da cadeia que atua para que eles cheguem até as prateleiras ou pratos). Este mercado além de ser grande, é vital para um país como o nosso, só com ele (desde que bem tratado) conseguiremos ter uma sociedade mais equilibrada.

2) A dinâmica do campo é a mesma da sociedade urbana em qualquer aspecto (tecnologia, concorrência, educação, qualificação, produtividade, resultado, remuneração, etc.)

2) Agricultura familiar também é agronegócio e movimenta, com seus milhares de agentes, tanta coisa grande quanto os “latifúndios”.

3) O que chamam de latifúndio na verdade são grandes propriedades que produzem produtos vitais para nós que precisamos de certos alimentos (ou energia, ou matérias primas) em volume e quantidade considerável. Isso não quer dizer que é o fim das pequenas propriedades, pois a realidade do campo é a mesma da cidade, tem espaço para todo mundo. Vejam estes exemplos: nas cidades temos os shopping centers x comércios de bairro ou as montadoras de carro x oficinas e as funilarias de bairro, já no campo temos os grandes produtores de grãos x pequenos produtores de hortaliças ou os grandes criadores de gado x os pequenos criadores de aves).

4) O governo mais atrapalha do que ajuda. Se a indústria brasileira está com problemas, os serviços estão com problemas, imaginem o agronegócio então. Só que o agronegócio influi em todos os outros setores, então está na hora do governo tomar uma providência, seja ela até a de não fazer nada (assim ao menos não atrapalha o que o setor faz). Ah, e parem de usar feiras como essa como palanque eleitoral, é de uma hipocrisia sem tamanho.

5) Enquanto a sociedade urbana não entender e valorizar o campo a sua volta, o que teremos será um país capenga. Sim, capenga, pois a desvalorização e a falta de um política correta para o campo empurrou e empurra muita gente para as cidades  e suas periferias ( “proprietários de terras” e trabalhadores) e o que temos por consequência é miséria, violência, dentre outros tantos problemas que vemos todos os dias.

É por conta de todas estas (e muitas outras) questões que hoje o Grupo Produção Coletiva tem atuado com mais intensidade no agronegócio. Nunca foi nosso foco ‘viver’ de um único mercado porém, cientes das questões acima, sabemos que se não ajudarmos o campo a ser visto e respeitado o futuro não nos reservará nada melhor.

Degrau por degrau

Após o sucesso do primeiro evento, realizado em março, o PRO-FISSA (AGRO) já tem confirmada a data da segunda edição.

Desta vez serão 3 finais de semana (23, 24 e 29, 30, 31 de maio e 5, 6, 7 de junho) para que o aproveitamento do conteúdo, os estudos de caso e as atividades práticas possam ser melhor absorvidas pelos participantes e, a exemplo do primeiro, este segundo encontro também será realizado na UCDB – Universidade Católica Dom Bosco, em Campo Grande-MS.

Eugênio do Val em sua apresentação no 1º Pro-fissa.
Eugênio do Val em sua apresentação no 1º Pro-fissa.

Para o diretor do Pro-Fissa, Régis Borges, a proposta nesse momento é facilitar e ampliar o acesso ao programa QPE – Qualificação Profissional Estratégica através de novas turmas e atendimento a outros setores da economia por isso, nesta segunda edição, Eugênio do Val, diretor do Grupo Produção Coletiva Comunicação e Eventos e membro do Instituto do Marketing Industrial, além de facilitador, está assumindo também como consultor do projeto com o objetivo de contribuir com a sua estruturação a médio e longo prazo, uma vez que já existe uma manifestação de profissionais e empresários de outros estados e segmentos de mercado interessados em receber o Pro-fissa.

Inscrições e mais informações podem ser conferidas no site: http://www.pro-fissa.com

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 419 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: